9

Pentágono desenvolve organismos imortais

Ola a todos!!!!!

Quem nunca viu o filme- Highlander "O Guerreiro Imortal" e nunca pensou como seria se tivéssemos o dom da vida eterna, ou quem nunca viu o filme Soldado Universal, em que ex.combatentes geneticamente modificados se tornam armas militares quase indestrutíveis, e nunca pensou como seria se isso fosse real?

Pois é, parece que não fomos os únicos a ter esse pensamento, parece que a ficção que vemos nos filmes não esta muito longe de virar realidade.


A ciência maluca do Pentágono talvez esteja desenvolvendo seu projeto mais ambicioso. Eles estão tentando criar, para uso militar, organismos, que, teoricamente, podem viver para sempre – e eles também estão pensando em um mecanismo para matá-los, se necessário.

O Pentágono está investindo seis milhões de dólares em um projeto que pretende desenvolver criaturas mais fortes, resistentes à morte que podem ser programadas para viver indefinidamente. A desculpa é que eles querem evitar a aleatoriedade da evolução e pular vários passos, que demorariam muitos e muitos anos, na escala evolutiva para criar um ser imortal.

Claro que eles estão tentando se prevenir que o monstrengo, ou seja lá que forma a criatura terá, passe para as linhas inimigas. Então eles vão embutir a lealdade no DNA dela. Também pensam em uma forma de conseguir matá-la, se necessário.

Possivelmente eles estão indo contra uma lei da natureza e contra normas éticas. Sabe-se que até agora o máximo que eles conseguiram foi aumentar em 20% as estimativas de vida de um rato. No entanto, funcionários se recusam a comentar mais sobre o assunto.

» Células imortais coletadas em 1951 são usadas até hoje

Em 1951 uma negra estadunidense chamada Henrietta Lacks foi até o Hospital Johns Hopkins para receber tratamento para seu câncer cervical. Sem que ela soubesse, células de sua biópsia se tornaram disponíveis para pesquisas.

Henrietta morreu naquele mesmo ano, mas suas células continuam vivas até hoje. O material ajudou em várias pesquisas e uma cientista chamada Rebecca Skloot escreveu um livro sobre o impacto que as células daquela mulher tiveram na ciência.

As células de Henrietta não são as únicas a terem uma vida incrivelmente prolongada. Abaixo você vê que as segundas colocadas são células de um embrião de rato, que já têm 35 anos. E o terceiro lugar vai para as células de uma mulher idosa, que sobreviveram até 15 anos após sua retirada.

Número de artigos científicos publicados


Fonte ( [Wired] e Hypescience )

9 Comentários:

Blog da Convergência rebobinou e disse...

Meio maluco, mas interessante e não considero impossível.

Abraços,

Renan Horan

Eduardo Montanari rebobinou e disse...

Ah, nessa altura do campeonato eu não duvido de mais nenhum avanço. Eu acredito que coisas fantásticas ainda vão acontecer, mas não na nossa geração, talvez para os nossos filhos e netos.

Crista rebobinou e disse...

Tenho um receio enorme...
Fazer o que...estão brincando com fogo!
Claro que respeito os avanços da ciência,mas.....

Mary rebobinou e disse...

Contraditório esse tal de viver para sempre se eles inventarem um modo de destruí-los.. hum... é só questão de tempo para o adversário tb descobrir como. Não creio na consolidação da idéia. Mas é muito interessante pensar como seria... mas é melhor nem saber... kkk.. ai que meda. Beijos!!

Principe Encantado rebobinou e disse...

É e êles não param, indo cada vez mais longe do imaginável.
Abraços forte

Lilian rebobinou e disse...

Olá amigo,

Parabéns pelo post.
É magnífico e ao mesmo tempo, temível.
Tenho receio de que se crie um ser indestrutível e as consequências maléficas que esse fato possa trazer com sua criação.
Creio em um só Deus, criador da vida, e da vida eterna.
Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

eu rebobinou e disse...

é biblico nos finais dos tempos a ciencia evoluirá, mas o homem tem de ter muito cuidado para não destruir a si próprio, a paz

Fábio Klein, muito prazer! rebobinou e disse...

Fala Marcos,
Cara eu acho que o mundo está evoluindo de uma tal forma que nem nós mesmos estamos acreditando, vlw pelo post.

Alexandre Rolim de Moura rebobinou e disse...

Não existe como algo viver para sempre não ha possibilidades, prolongar sim! mas viver imortal para sempre acho impossivel

Postar um comentário

REGRAS DO BLOG
- Todos os comentários são moderados e só ficarão disponíveis após serem aprovados.

SERÃO BLOQUEADOS OU APAGADOS AQUELES COMENTÁRIOS QUE CONSISTAM EM:
- Ofensas, grosserias e discordâncias desrespeitosas contra o autor do blog, ou outros comentaristas;
- Comentários com o objetivo exclusivo de perturbar (trollagens, provocações e bullying virtual)
- Comentários sem relação alguma com o conteúdo;
- Comentários duplicados;
- Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa, grupo de pessoas e instituições;
- Pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
- Propagandas políticas, religiosas, de produtos e serviços.
- Comentários que caracterizem prática de spam;

 
no-repit center;