7

Dora - O super-canhão da 2 ª Guerra Mundial


Em 1937, o Alto Comando Alemão incumbiu a metalúrgica Krupp Steel do design e produção da maior arma já construída, Capaz de penetrar 1m de aço, 7m de betão reforçado e 30m de terra compacta, a uma distância de 45 km. Schwerer Gustav,é como inicialmente foi chamado o canhão, em honra do seu criador Gustav Krupp, diretor da empresa entre 1909 e 1944, Deveria ser móvel o suficiente para ser transportado.

O segredo que envolvia essa nova arma  era tal que os aliados nunca souberam nada sobre ela. Na verdade, o segundo nome pelo qual ficou conhecido, Dora, Surgiu Através do nome do código dado à sua criação, implementar D (Instrumento D).

Mas a produção do super canhão mostrou-se difícil, quer pelas dimensões do mesmo, quer pela falta de exemplos nos Quais basear o trabalho, uma vez que a indústria de armamento estava parada desde o fim da 1 ª Grande Guerra. As dificuldades arrastaram-se eo conhecimento extensivo de Metalurgia, Balística e Explosivos, Resultante da Química Aplicada, Matemática e Física, Necessários à criação da arma e dos projécteis, tomou três longos anos de trabalho.

Quando arebentou a 2 ª Guerra a arma não estava pronta, o que somente aconteceu no final de 1940. A arma foi testada no início do ano seguinte, na presença de Hitler e do seu Ministro do Armamento, Albert Speer, com um enorme Êxito.



O Canhão Ferroviário pesava umas espantosas 1350 toneladas, media 47,3 metros de comprimento, 7,1 metros de largura e 11,6 metros de altura. Este colosso, com um cano de 32,48 metros, podia arremessar projectil de dois tipos: uma granada de alto explosivo de 4,8 toneladas que viajava um 820m/se com um alcance de 48 km e uma granada anticoncreto de 7 toneladas que podia atingir o alvo auma distancia de 38 km de distância em menos de um minuto, e era movido por duas locomotivas a diesel.


Por algum tempo pareceu que nenhum uso seria dado a esta obra-prima da engenharia alemã, mas no início da guerra contra a União Soviética surgiu a oportunidade  adequada para fazer Schwerer Gustav funcionar.

Foi então usado, pela primeira e única vez, em Junho de 1942 contra a cidade de Sebastopol, localizada na atual Ucrânia, durante a operação Barbarossa. Num total de 48 projécteis foi lançado, um a cada 30-45 minutos, destruiu por completo o mais forte Complexo Fortificado do mundo, com um total de 30.000 toneladas de munições.

Após esta batalha, o canhão começou a dar sinais de desgaste, especialmente no cano, e foi retirado para reparos. A partir dai há uma série de histórias e de mitos acerca desta arma. Algumas fontes dizem que o Schwerer Gustav foi destruído pelos alemães para Evitar a captura de sua engenharia e os seus projetos se perderam. Também consta que, pouco tempo depois, um segundo modelo foi construído,este sim, recebeu o nome de Dora. Teria Sido este exemplar que foi descoberto pelos Aliados após o término da guerra.

No entanto, como referências mais fidedignas dão como certo que houve apenas uma única arma da qual estava prevista uma construção de três exemplares. E o segredo,a polémica que envolveu o projeto fez com que ele fosse chamado Schwerer Gustav e Dora em ocasiões diferentes, embora se tratasse do único e mesmo canhão. Somente na década de 1950 foi revelada sua história, a história da maior arma ja construída, ainda que não a de maior calibre.


veja os videos



fonte ( ObviousWikipédia )

7 Comentários:

Principe Encantado rebobinou e disse...

Gostei muito de sua matéria, bem curiosa.
Abraços forte

Montanari rebobinou e disse...

O que me chamou muita ateção foi o design do canhão, porque parece coisa de filme hollywoodiano;
As vezes fico pasmo com a capacidade do homem em criar armas de destruição em massa. Pra isso o crânio dele funciona bem.
Gostei da miniatura também. Me lembra um dos veículos dos comandos em ação. hehe...

Perrony Lopes rebobinou e disse...

PARABÉNS PELO BLOG, A MATÉRIA ESTÁ MUITO BEM ESCRITA E POSTADA.

Marcos Mariano rebobinou e disse...

OBG Perrony Lopes volte sempre

Anônimo rebobinou e disse...

Está muito bom, meu velho. É o tipo da matéria que interessa a mim e a muita gente ligada em história. Porém, a confiabilidade de matérias envolvendo fatos históricos carecem sempre de fontes bibliográficas, pelo menos endereços de sites assinados por "autoridades reconhecidas". Assim, você vai também se tornando uma delas. Isto dará mais credibilidade à postagem!!! Ou será que vc viu isto com seus próprios olhos?!
Comentário de victor_eletroarte@yahoo.com.br

Marcos Mariano rebobinou e disse...

Olá victor, realmente eu posso ter pecado por não ter colocado o link da fonte, mas os videos já comprovam por si só a veracidade das informações, mas vlw pela dica, esta ai o link do Wikipédia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Schwerer_Gustav, colocarei esse link no post também.

Seja bem vindo volte sempre.

lindo rebobinou e disse...

show

Postar um comentário

REGRAS DO BLOG
- Todos os comentários são moderados e só ficarão disponíveis após serem aprovados.

SERÃO BLOQUEADOS OU APAGADOS AQUELES COMENTÁRIOS QUE CONSISTAM EM:
- Ofensas, grosserias e discordâncias desrespeitosas contra o autor do blog, ou outros comentaristas;
- Comentários com o objetivo exclusivo de perturbar (trollagens, provocações e bullying virtual)
- Comentários sem relação alguma com o conteúdo;
- Comentários duplicados;
- Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa, grupo de pessoas e instituições;
- Pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
- Propagandas políticas, religiosas, de produtos e serviços.
- Comentários que caracterizem prática de spam;

 
no-repit center;