10

Os Heróis Esquecidos part 1


Ola, a todos caros amigos rebobinantes, hoje eu quero falar sobre algo que a algum tempo eu já trazia em mente, tenho certeza que quem é fã de quadrinhos vai gostar.

Conversando com um amigo a respeito do filme do Lanterna verde que esta para chegar aos cinemas, começamos a debater sobre a idade desses heróis, que na sua grande maioria, já existiam antes mesmo de eu nascer, mais que ainda sim fazem hoje um estrondoso sucesso, perdurando a décadas.

Mas infelizmente nem todos conseguiram essa façanha, muitos caíram no esquecimento, e não tiveram o mesmo êxito de outros que foram criados na mesma época e estão ai até hoje, como: Homem aranha, Batmam, Supermam, o próprio Lanterna verde e por ai vai... Então resolvi dar uma pesquisada sobre esses heróis esquecidos, e achei alguns, a maioria eu nem sabia que tinham existido, e olhando bem até entendo o por que não foram a diante, vale a pena conferi.



Os Heróis Esquecidos uniram-se pela primeira vez na revista Action Comics #536, sob roteiros do grande Marv Wolfman em 1984. Formado originalmente por Calvin ‘Cave’ Carson, Homem-Animal, Rip Hunter, Dane Dorrance, Delfim, Rick Flagg e Congo Bill (ou Congorila, ao usar seu anel de troca de mentes com o gorila poderoso), o grupo se reuniu de uma forma acidental ao depararem-se com misteriosas pirâmides douradas e energizadas pela Terra e dentro dela também.

Respondendo a um chamado do misterioso Homem-Imortal, cada um uniu-se a ele para descobrir que essas misteriosas pirâmides tratavam-se de um plano de seu antigo inimigo, Vandal Savage, para derrubar o Superman e tomar a ordem mundial para si, sem o maior herói da Terra para impedi-lo.

Vencendo o vilão com o Homem-Imortal e Superman, os heróis decidem se unir contra males incomuns e se auto-denominam Heróis Esquecidos, simbolizando que qualquer pessoa de boa vontade pode ser um grande herói. 

Confira alguns heróis que fizeram parte desse projeto da Action Comics, e outros que também cairam no esquecimento e não estão nesse projeto.

Rocketeer
Criado em 1982 pelo americano Dave Stevens. A história mostra Cliff Secord, que acha uma mochila que funciona como jato propulsor. Como se passa nos primeiros anos da década de 1940, o maior inimigo de Rocketeer são os nazistas.Em 1991, ganhou versão para o cinema. A HQ deixou de ser publicada em 1995

Captain Canuck
Criado em 1975 por Ron Leishman. É uma espécie de Capitão América canadense que vive em 1993, ano em que o Canadá domina o mundo. A série sofreu períodos de paralisação até parar em 2004. No entanto, em 2005 foi iniciada uma nova série com roteiro diferenciado

Judoka
Personagem brasileiro começou baseado em versão americana. Foi publicado entre 1969 e 1973 pela Ebal. Carlos da Silva é treinado por mestre Minamoto após salvar este de um atropelamento, transformando-se, assim, no Judoka. Ganhou uma versão para o cinema em 1973, com Pedro Aguinaga, o galã da época, no papel principal

Tank Girl
Criada em 1990 pela dupla inglesa Jamie Hewlett (também criador da banda Gorillaz) e Alan Martin, Tank é uma garota rebelde do futuro, sendo propensa a atos de violência e rebeldia. Mora dentro de um tanque de guerra com o seu namorado Booga. Em 1995, ganhou uma versão para o cinema. Parou de ser publicada em 1995 e desde de 2007 recebe novas histórias de maneira não periódica

Capitão Átomo
 Criado em 1960 por Joe Gill e Steve Dikto. Átomo é na verdade Allen Adam que ganha poderes após um acidente na estação espacial em que trabalhava. Possui grande força, além da habilidade de manipular campos de força e emitir rajadas de força. Continua a ser publicado de forma não periódica pela DC Comics

 Corporação Infinito  

A Corporação Infinito é um grupo de super-heróis presente no Universo DC Comics, composto por filhos e herdeiros dos membros da Sociedade da Justiça da América, tornando-os análogos aos Novos Titãs, que são compostos por parceiro-mirins dos membros da Liga da Justiça. Criada por Roy Thomas, Jerry Ordway e Mike Machlan, eles apareceram pela primeira vez em All-Star Squadron #25 (Setembro de 1983). Então, no ano seguinte, tiveram sua própria série, que durou até a edição #53 (Junho de 1988).
Nuclear (Firestorm )
Nuclear (Firestorm no original, e conhecido como Tempestade na tradução brasileira da série animada Superamigos) é um personagem de quadrinhos da DC Comics. Criado por Gerry Conway e Allen Milgrom, ele estreou em Firestorm #1 (Maio 1978). O Nuclear original era distinto pela dupla identidade integrada.

O estudante de escola secundária Ronald Raymond e o Premio Nobel de física Martin Stein foram pegos em um acidente nuclear que lhes permitiu fundir no "homem nuclear" Firestorm. Devido a Martin Stein estar inconsciente durante o acidente, Raymond era proeminente sobre a forma de Firestorm com Martin Stein como uma voz de razão dentro da mente dele. Brincadeira entre os dois era um carimbo oficial das aventuras.

Firestorm possui grandes poderes, inclusive voo, força sobre-humana e controle sobre a matéria (ou seja, ele podia transformar um tipo de substância, composto ou elemento em outro tipo de substância, composto ou elemento).
O herói atômico estreou em outra mídias na tele-série animada de 1984 Super Friends: The Legendary Super Powers Show, no Brasil Super Amigos e a Liga de Super Heróis, que era exibida nacionalmente pela Rede Globo, passou pelo SBT, pela paulista Gazeta e que, até pouco tempo, podia ser vista no canal a cabo, Cartoon Network.

Homem-Animal  

Super-herói da editora DC. Bebia nas águas de um antigo personagem da Centaur Publications, o "Dr. Hipno".

Criado na década de 60 sob a tutela da DC Comics, Animal Man não possuía muita popularidade, suas aparições eram esporádicas e reduzidas a algumas parcerias com alguns outros personagens da editora. Na onda de reformulações de personagens que a DC fez na década de 80, isso mudaria completamente.

A reformulação ficou sob responsabilidade do escocês Grant Morrison em 1988 e a sua participação no título durou até 1990. Nesses dois anos, Homem Animal ganhou notoriedade, suas histórias se tornaram mais do que maduras, abordando temas como terrorismo ecológico, animais em extinção e existencialismo, chegando assim a ser incorporado à linha adulta da DC, a Vertigo Comics.

O Homem-Animal é, na verdadem Buddy Baker, ex-dublê em Hollywood que, certa feita, saiu para caçar nas Montanhas. O que aconteceu lá, nem mesmo ele sabe. Uma estranha radiação vinda de uma nave espacial ou o encanto de um shaman ou nada disso... Tudo o que ele sabe é que, de alguma forma, descobriu que podia reproduzir as habilidades de qualquer animal próximo.

Homem imortal
( sem imagem )

Klarn era um jovem guerreiro de uma tribo pré-histórica que tinha como grande inimigo o ardiloso Vandar Adg(Vandal Savage), e foi em uma batalha contra Adg que uma grande bola de fogo caiu dos céus. A radiação do meteoro, conferiu a Adg o dom da imortalidade. O jovem guerreiro, sem saber que fora afetado, encontrou no local da queda da bola de fogo uma brilhante jóia, que começou a usar como amuleto. Sua imortalidade, porém, é um pouco diferente. Ele pode morrer, mas renasce em seguida com outra pessoa, às vezes jovem, outras vezes velho.

O herói foi membro dos Heróis Esquecidos até que foi apagado da existência pela onde de antimateria em Crise nas Infinitas Terras.

Foi em Strange Adventures #177 em junho de 1965 que este personagem veio ao mundo, criado por Jack Sparling.
THE RAY

Este segundo "Ray" é filho do primeiro (dos anos 40) e apareceu pela primeira vez no gibi "The Ray" 1 (1992). Na trama, falaram para Ray Terrill que ele era super-sensível a luz e a exposição solar poderia matá-lo. Criado em sua casa com janelas negras, Ray sempre sonhou em ser normal. Sua única amiga nessa época era sua vizinha, Jennifer Jurden. Com 18 anos, depois que seu suposto pai faleceu, Ray descobriu que sua vida era uma mentira. Ele não era alérgico a luz, e nem mesmo precisava viver na escuridão. Mas o pior de tudo, foi descobrir que seu pai era o antigo herói conhecido como Ray.

Recentemente, ele apareceu junto a "Superman", num episódio onde ajuda o Homem de Aço, sem sucesso, a recuperar seus poderes.

O jovem finalmente voltou a ação com o velho Tio Sam e os Combatentes da Liberdade. Ele encontrou a equipe e os ajudou contra o traidor Stan Silver, que pegou o nome Ray para sí. Terrill então se uniu aos novos Combatentes da Liberdade com um novo uniforme
 
RIP HUNTER
 Um dos Homens-lineares, protetores da linha temporal no Universo DC

ADAM STRANGE

Herói espacial baseado nos antigos personagens de "pulps", seriados e quadrinhos de ficção-científica, em especial "Buck Rogers" (1928) e John Carter de Marte (1917).
Adam Strange era um arqueólogo que por intermédio dos efeitos dos misteriosos raios zeta foi teletransportado através do universo e se rematerializou no Planeta Rann. Ali se tornou seu principal herói e constituiu família. Ele só permanecia em Rann enquanto duravam os efeitos dos raios em seu corpo, retornando à Terra sempre ao final das estórias. Para voltar para lá, ele viajava pelo mundo até os locais em que o raio atingiria a Terra uma vez mais.
Sua missão era proteger Rann das ameaças alienígenas usando alta tecnologia como uma arma de raios, um foguete acoplado às suas costas e um capacete com visor transparente.

 Bom galera, vou parar por aqui, mas voltarei em novas postagens sobre o assunto.



fonte( multiversoDC, Wickipedia, Revista Alfa, Guia dos Quadrinhos, fotos google )


10 Comentários:

hobbyblogclube rebobinou e disse...

Olá, Marcos!
Na verdade, não conhecia nemhum destes "Heróis Esquecidos". Talvez por serem, em sua maioria, dos gibis, tendo feito pouco sucesso quando transformados em filmes. Sem contar a idade, não são muito do meu tempo, kkkk!!
Abçs!
Rike.

Eduardo Montanari rebobinou e disse...

Lembro de alguns desses heróis, outros nunca ouvi falar. Me lembro principalmente de Rocketeer por causa do filme e também do jogo de nintendo 8 bits. É muito nostálgico.
O Nuclear eu adorava desenhar.

Mari Costa rebobinou e disse...

Oii Marcos

Eu tambem nao conhecia nenhum desses ai, entao para mim nao sao nem esquecidos e sim desconhecidos kkkkk

Bjs

Regina Rozenbaum rebobinou e disse...

Marcos, mininu-amado!
Quanto tempo né? Andei "viajando" pelas minhas vielas e becos interiores...mas tô de volta. Como o Rike esses heróis não são bem da minha "época" mas a Liga da Justiça e a MULHER MARAVILHA (sou uma, vc não acha?rsrs)me lembro bem! Excelente pesquisa que fez...PARABÉNS!
Beijuuss cheinhos de sôdades, doces, docê

www.toforatodentro.blogspot.com

Sissym rebobinou e disse...

Puxa! A maioria nem conhecia e outros nem mais me lembrava e eu adoro herois em quadrinhos!

O meu tempo que curti muito era A Liga da Justiça e He-Man.

Ahhhhh adorava os filmes: O homem invisivel, O homem de 6 milhoes de dolares.

Acrescentando tanto em desenhos quanto em filmes humanos: Tarzan, Superman, Homem Aranha.

bons tempos....

lucidreira rebobinou e disse...

Pois, quando ainda criança lia muitos gibis dos heróis ou super heróis, só que na sua lista tem alguns que nunca ouvir falar. Isso é horrível pra mim, risadas... Fiquei curioso?
Abraço

Daniel Curvello rebobinou e disse...

Eu só lembrei mesmo do rocketeer, adorava!

Daniel Curvello rebobinou e disse...

Desses aí, lembro bem do Rocketeer, tinha até jogo de video grame!

Anônimo rebobinou e disse...

Capitao atomo ate hoje participa da liga

Odlan Sotnas rebobinou e disse...

Todos os heróis eu conheci, mas com certeza o melhor deles será sempre o NUCLEAR "O Primeiro", depois do Homem Aranha, adorava velo no super amigos...será que a versão do flash ele também vai moldar a matéria, outro bom também era o Atomo...valeu fica com os poderes ...

Postar um comentário

REGRAS DO BLOG
- Todos os comentários são moderados e só ficarão disponíveis após serem aprovados.

SERÃO BLOQUEADOS OU APAGADOS AQUELES COMENTÁRIOS QUE CONSISTAM EM:
- Ofensas, grosserias e discordâncias desrespeitosas contra o autor do blog, ou outros comentaristas;
- Comentários com o objetivo exclusivo de perturbar (trollagens, provocações e bullying virtual)
- Comentários sem relação alguma com o conteúdo;
- Comentários duplicados;
- Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa, grupo de pessoas e instituições;
- Pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
- Propagandas políticas, religiosas, de produtos e serviços.
- Comentários que caracterizem prática de spam;

 
no-repit center;