14

Esqueça tudo que você aprendeu: Cristovão Colombo não descobriu a América


Aos leitores Rebobinantes, aquele nosso olá de sempre. Como vão? Bom galera, depois de anos na escola aprendendo que Colombo descobriu a América, pode soar meio estranho depois de já formado descobrir que a história não era bem assim. Se bem, que, hoje em dia, nada mais me soa estranho, principalmente depois daquela amostra grátis de mini Armagedom la na Rússia. Foi essa a sensação que tive quando vi a cena daquele Meteorito (ou seria aerólito, só o Chapolin pra responder essa rs), caindo lá por aquelas bandas.

Bom, o fato é que, foi Leif Eriksson, e não Cristóvão Colombo, quem descobriu a América. O explorador viking chegou ao continente americano cerca de 500 anos antes do navegador genovês. Isso mesmo. Apesar de nos livros escolares geralmente a gente aprender que o Novo Mundo foi conquistado em 1492, na verdade sua descoberta ocorreu por volta do ano 1000. Essa teoria é conhecida há décadas, mas só nos últimos anos os estudiosos conseguiram descobrir mais detalhes sobre a aventura viking.  


As sagas vikings sempre falaram de uma mítica Vinland, ou terra das vinhas, que teria sido descoberta na virada do século 10 para o 11. No entanto, até os anos 60 não havia qualquer prova de sua existência. A confirmação só ocorreu quando o explorador norueguês Helge Ingstad e sua mulher, a arqueóloga Anne Stine Ingstad, encontraram, com a ajuda de pescadores, vestígios de um assentamento nórdico em L’Anse aux Meadows, na costa da ilha de Terra Nova, no Canadá. Datações feitas por carbono 14 indicaram que os vestígios são mesmo do ano 1000, o que coincide com os relatos vikings sobre a viagem de Eriksson. A localização e as características dessas ruínas também estavam de acordo com o descrito pelos contemporâneos de Eriksson. Todas as evidências, juntas, fizeram com que o mito viking ganhasse consistência. Considerado o mais antigo assentamento europeu no Novo Mundo, o local foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1978.  

Assentamento nórdico em L’Anse aux Meadows no Canadá

Os arqueólogos liderados pelo norueguês Helge Ingstad trabalharam durante oito anos nas ruínas de L’Anse aux Meadows. No total, eles encontraram três casas grandes, três oficinas e duas construções menores. Também foram desenterrados cerca de 800 artefatos, entre ferramentas, instrumentos de caça, um forno e quatro canoas. Uma espécie de roca e uma agulha feita de osso que estavam no local sugerem que as mulheres, assim como os homens, também viveram nessa colônia. Outros objetos, como um alfinete de bronze, um prego de navio feito de ferro e um carretel de pedra-sabão, ajudaram a provar que não se tratava de artefatos indígenas, já que estes desconheciam tais tecnologias. Antes da chegada do explorador norueguês, em 1960, os pescadores da região achavam que o local era um “acampamento indígena” (se alguém lembrou dos Hobbits do Filme Senhor dos Anéis quando viu essas casas levante a mão rs).

 A ocupação viking da América do Norte, no entanto, durou menos de dez anos. Apesar de a terra ser boa para o pasto, rica em madeira e em animais para a caça, não sobrou nenhum viking para contar história no local. Alguns especialistas afirmam que provavelmente os exploradores sentiam saudades da terra natal e eram em número muito reduzido para manter ativa uma colônia numa área isolada. No livro The Viking Discovery of América, Ingstad levanta a hipótese de que o lugar era perigoso demais para os exploradores nórdicos.

Saiba mais

SITE
BBC
www.bbc.co.uk/history/ancient/vikings/

Dossiê minucioso sobre os vikings.
LIVRO
THE VIKING DISCOVERY OF AMERICA

Helge Ingstad, Checkmark Books, 2001
.
Escrito pelo explorador que descobriu vestígios do mais antigo assentamento europeu no Novo Mundo.  

14 Comentários:

Milene Lima rebobinou e disse...

O ruim (ou não) de se ter acesso a tanta informação é que os nossos mitos vão se esvaindo, um a um. Poxa, era tão simples e certo acreditar nas lendas supostamente incontestáveis dos livros de História, né? Aí vem você e me manda crescer. hahaha...

Sempre pertinente as tuas postagens, Marcos.
Adoro.

Beijo e bom sábado.

Paty rebobinou e disse...

Lugar bonito, eu gosto disso!
Tem muita coisa que aprendemos errado em História, nunca foi novidade pra mim, rs
É sempre bom tais conhecimentos! :)

Lu Cidreira rebobinou e disse...

Nós estamos de volta ao convívio blogal!
Amigo Marcos, estávamos precisando de um conhecedor e experiente professor de História por aqui, e você seria um bom candidato para isso. Além de buscar os fatos os coloca para seus leitores se atualizarem.
Já tínhamos essa desconfiança ha muito tempo só não tínhamos a certeza, agora fica evidente que muitas das histórias contadas nos nossos livros principalmente escolares seriam falsas. Assim como as contadas por você sobre o descobrimento do Brasil.
Parabéns por mais essa.
Abraço

Felisberto Junior rebobinou e disse...

Olá!Boa noite
Marcos
Tudo bem?
Bela pesquisa.Nesse mundo globalizado e de rapidez de informações, muitas outras teorias virão ainda, para sacudir nossas "verdades estabelecidas" em salas de aulas...
Bom domingo!
Abraços

Donetzka Cercck Lavrak Alvarez rebobinou e disse...

Marcos.Excelente postagem.

Realmente já ouvi falar sobre o fato do Colombo não ser o descobridor.

Mas as escolas deviam mudar os livros,não?

E o meterito,heim?

Existem muitas coisinhas como ele se mexendo no espaço...rsrs


Beijokas e linndo domingo

Obrigada pela visita

Donetzka

Vera Lúcia rebobinou e disse...


Oi Marcos,

Também não ando me surpreendendo muito com as coisas. Informações nos chegam a todo momento contradizendo assertivas anteriores. Até na saúde divulgam informações contraditórias quanto ao que faz bem ou mal. Onde estaria a verdade?

Muito interessante este artigo. Podemos esperar que muitos outros fatos históricos, até então tidos como incontroversos, possam vir a ser alterados, colocando um nó em nossa cabeça. É mais fácil aprender do que ter que desaprender, né não?

Ótimo final de semana.

Abraço.

Sissym rebobinou e disse...

Marcos!

Aiiii, não?!?!?! Este Vikings, heim?!
Eram realmente rapidos!
Bom, depois disso tudo, claro, vendo as imagens, levantei a mão!

Incrivel, hoje em dia é tao facil detalhar alguns fatos tao antigos, pena que a ciencia ainda nao conseguiu prever com maior exatidão que fragmentos do meteorito cairiam em cidades russas....

Bjs

Bjs

Luciana Souza rebobinou e disse...

Oi Marcos
Nossa, que trabalho interessante! Gostei muito mesmo! Vou me aprofundar mais no assunto.
Obrigada pelo carinho no meu blog.
Bjos. Fique com Deus!
http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

Jacques rebobinou e disse...

Olá, Marcos.
Conforme vamos envelhecendo, nos acostumamos a ver o passado não como fato, mas como algo maleável e sujeito a mudanças.
E é bem possível mesmo que Tolkien tenha se baseado neste tipo de moradia para criar o Condado.
Abraço.

Princess rebobinou e disse...

Adorei o post! Já havia lido a respeito sobre a descoberta Viking da America e creio que os livros de historia deveriam incluir vários fatos e curiosidades deixando cair alguns dogmas tidos como verdades absolutas.

Algo semelhante ocorre com a "descoberta" do Brasil por Cabral, sendo que o Tratado de Tordesilhas nos dá vários indícios do conhecimento de extensão geográfica e territorial da America.

Muitos historiadores sempre verteram seus próprios deslumbres, visões distorcidas e interesses economicos e políticos ao organizar as ideias e fatos históricos.

O futuro demanda por uma nova revisão da historia mundial...

abraços!

Zilani Célia rebobinou e disse...

OI MARCOS!
ADORO HISTÓRIA ANTIGA, E AQUI TIVE UMA BELA AULA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

Sérgio Santos rebobinou e disse...

Que excelente postagem, Marcos. Confesso que fui pego de surpresa. Mas muito interessante. Abração.

Anônimo rebobinou e disse...

LAMENTÁVEL QUE TUDO QUE APRENDI SOBRE A EXTAORDINÁRIA EXPEDIÇÃO DE COLOMBO NÃO SIRVA PRA NADA MAIS.........SERÁ??

Anônimo rebobinou e disse...

Adoooooro vikings, huuum jeitao selvagem! gostosos, primitivos! aquele corpao peludoooo aaia q tesao

Postar um comentário

REGRAS DO BLOG
- Todos os comentários são moderados e só ficarão disponíveis após serem aprovados.

SERÃO BLOQUEADOS OU APAGADOS AQUELES COMENTÁRIOS QUE CONSISTAM EM:
- Ofensas, grosserias e discordâncias desrespeitosas contra o autor do blog, ou outros comentaristas;
- Comentários com o objetivo exclusivo de perturbar (trollagens, provocações e bullying virtual)
- Comentários sem relação alguma com o conteúdo;
- Comentários duplicados;
- Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa, grupo de pessoas e instituições;
- Pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
- Propagandas políticas, religiosas, de produtos e serviços.
- Comentários que caracterizem prática de spam;

 
no-repit center;