24

ENGENHEIROS DO HAWAI-ERA UM GAROTO analisando letra


 

Ola a todos!!!!!!

Hoje vamos analisar uma musica que eu particularmente gosto muito, a letra é muito simples, não contém metáforas para serem desvendadas, mas antes de analisarmos, vamos falar um pouco sobre a história dessa musica.

ENGENHEIROS DO HAWAI - ERA UM GAROTO 
(A história por trás da musica )

Essa música foi criada originalmente em italiano, em 1965, em plena época da Guerra do Vietnã (1962-75). Comparando-se o poderio militar dos EUA em relação àquele minúsculo país asiático, o que no início parecia ser favas contadas, veio a ser uma das maiores derrotas já sofridas pelo império ianque. O ano de 1965, como se sabe, marcou a completa intervenção militar dos EUA no Vietnã. Os 23 mil soldados norte-americanos de janeiro passaram a 267 mil em junho, chegando a inimagináveis 543 mil americanos nos anos finais.

Por ser composta por músicos italianos (Migliacci – Lusini), traz a cultura do “sofrimento” latino, tão comum nas melodias italianas, e usa o pano de fundo da guerra para tratar de sofrimento pessoal, desventuras, confronto de sonho com realidade.

Neste ano (1965) a guerra ganhou a mídia mundial, com suas atrocidades sendo levadas para o mundo inteiro em horário nobre. O país considerado berço da liberdade chegou a adotar o serviço militar obrigatório. 

A guerra foi se tornando antipática para a juventude americana, que para fugir à obrigação de ser recrutada para uma guerra pela qual não nutria nenhum interesse, mergulhou num movimento de contestação chamado de movimento Hippie o qual se espalhou por muitas partes do mundo. Tendo como mote o chavão “paz e amor”, os jovens produziram muitas formas de contestar a ordem vigente, sendo a principal delas justamente a música. Através desta, multidões manifestavam-se contra guerrilhas ocorridas em várias partes do mundo, em especial, a Guerra do Vietnã. Foi nesta época que vários artistas se engajaram na luta pela paz, como: Bob Dylan, John Lennon, Joan Baez, Jimi Hendrix, Etc.


ANALISANDO LETRA:-----------

Era um garoto

Que como eu
Amava os Beatles
E os Rolling Stones..

Girava o mundo

Sempre a cantar
As coisas lindas
Da América…( Aqui ele narra a história de um jovem livre e feliz, apaixonado por música especialmente Beatles e Rolling Stones e que amava seu país )

Não era belo

Mas mesmo assim
Havia mil garotas à fim

Cantava Help
And Ticket To Ride
Oh Lady Jane, Yesterday…( Já nesse trecho ele revela que não tinha muita aparência, mas por causa de seu talento com a musica, por saber tocar guitarra as garotas se encantavam com ele( logo mais abaixo ele fala sobre sua guitarra ) pois tocava o que era sucesso na época como Help, Lady Jane etc... )

Cantava viva, à liberdade

Mas uma carta sem esperar
Da sua guitarra, o separou
Fora chamado na América…


Stop! Com Rolling Stones
Stop! Com Beatles songs
Mandado foi ao Vietnã
Lutar com vietcongs…( Aqui como todo jovem, ele deixa evidente que tudo que queria era curtir a vida, mas foi convocado para a guerra, e teve que deixar tudo que mais amava, ele parou (stop)  de ouvir Rolling Stones, Beatles, para lutar na guerra, pois naquela época o serviço as forças armadas era obrigatório. )

Tatá-tá tá tá…

Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…

Tatá-tá tá tá…( Nessa parte ele faz uma alusão do que agora ele ouvia, tiros de metralhadora )

Era um garoto

Que como eu!
Amava os Beatles
E os Rolling Stones
Girava o mundo
Mas acabou!
Fazendo a guerra
Do Vietnã…


Cabelos longos
Não usa mais
Nem toca a sua
Guitarra e sim
Um instrumento
Que sempre dá
A mesma nota
Ra-tá-tá-tá…( Aqui, o sofrimento da guerra é narrado, fazendo contraponto com tudo aquilo que o autor considera como liberdade e perda da mesma (cabelos longos/corte de cabelo militar ; guitarra/metralhadora )

Não tem amigos

Não vê garotas
Só gente morta
Caindo ao chão
Ao seu país
Não voltará
Pois está morto
No Vietnã…


Stop! Com Rolling Stones
Stop! Com Beatles songs
No peito um coração não há
Mas duas medalhas sim….( Nesse trecho, o horror da guerra fica evidente, até que, por fim, o personagem morre, e ele descreve o simbolismo da falta de humanidade da guerra na imagem de que no lugar de um coração no seu peito, só lhe restam duas medalhas de “honra ao mérito”. )

Tatá-tá tá tá…

Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…
Tatá-tá tá tá…


Ra-tá-tá tá-tá …
Ra-tá-tá tá-tá …( E aqui mas uma vez o único som audível em uma guerra )




Confira mas a baixo o vídeo da musica que foi gravado nos anos 80----------


24 Comentários:

Biel rebobinou e disse...

Ah eu mudei o banner do blog passa lá pra ver acho que o outro tá nelhor mas se você quiser deixar esse tudo bem...

Biel rebobinou e disse...

Isso é verdade, a maioria das cantoras vivem só de polêmicas e a Ciara mesmo sendo um pouco apagada pelos outros faz música de verdade, como foi que você colocou essas colunas desse geito? Eu queria personalisar o meu blog mas não sei muito disso...

fiiik - sHadow rebobinou e disse...

Muito bom, Gostei, parabéns (:

Anônimo rebobinou e disse...

muito bom..
adorei o site..
Pena q nao tem interpretações de musicas do Raul Seixas..
q eu tbm adoro..
Mesmo assim..muito bom..
Obrigado

Fábio Coimbra rebobinou e disse...

CARO MARCOS, SIMPLESMENTE É FANTASTICA A SUA ANÁLISE DA MUSICA "ERA UM GAROTO". PARABENS PELO SEU TRABALHO. HÁ ALGUNS DIAS VENHO OUVINDO ESSA MUSICA, MAS SÓ AGORA ME INTERESSEI EM SABER A RAZÃO OU ESSENCIA DA LETRA. O MEU NOME É FÁBIO SOU GRADUANDO EM FILOSOFIA PELA UFMA (Federal do Maranhão). SE VOCÊ PUDER VISITAR MEU BLOGGER, FIQUE TAMBÉM À VONTADE. MEU URL É:http//filosofiaquantica.blogspot.com

PARABENS PELO TRABALHO

Marcos Mariano rebobinou e disse...

Ola Fábio, obg por prestigia meu humilde blog, só tenho a agradecer por suas palavras, com certeza estarei te visitando no seu blog, grande abraço.

Náy rebobinou e disse...

Muito bom o site!Gostei muito das interpretações!Não pare, continue com esse trabalho bacana!

Marcos Mariano rebobinou e disse...

Ola Náy, obg mesmo, que bom que gosto do blog, e concerteza com incentivos como o seu,continuarei um grande abraço.

Anônimo rebobinou e disse...

muito bom cara, gosto muito também

Anônimo rebobinou e disse...

Só uma correção, essa música foi gravada no Brasil no inicio da década de 70 e regravada pelos Engenheiros em 1991. Portanto já na década de 90. Valeu!
Clandeir/BH

Marcos Mariano rebobinou e disse...

Beleza Clandeir, mas essa musica foi criada originalmente em italiano, na decada de 1965, depois aqui no Brasil na década de 70, fizeram uma versão dela, pra mais tarde na década de 90 como vc disse, ser cantada pelos Engenheiros

Anônimo rebobinou e disse...

um periodo meio que muitas pessoas passaram dificuldades muitas crianças passando fome

Anônimo rebobinou e disse...

MUITO BOM

Phelipe Henrique rebobinou e disse...

muita massa gostei!!!!

Ester Schmidt rebobinou e disse...

bah mto bom... era exatamente isso q me vinha a cabeça quando escutava esta musica..

Ester Schmidt rebobinou e disse...

bah mto bom... era exatamente o q pensava quando escutaca a musica so nao pensei q era tao aterrorizante...

Ester Schmidt rebobinou e disse...

bah mto bom... era exatamente isso q me vinha a cabeça quando escutava esta musica..

Anônimo rebobinou e disse...

Site ótimo !

Anônimo rebobinou e disse...

conteúdo muito bom, e interessante. Relata um período q muitos não acreditam q pessoas jah viveram assim.

Anônimo rebobinou e disse...

fantastica

Anônimo rebobinou e disse...

otima analise minimetricamente observado detalhes perfeiro

Anônimo rebobinou e disse...

parabens pelo trabalho.... me ajudou mt em fazer certo trabalho escplar

Anônimo rebobinou e disse...

Quem dera essa época voltar.. bons tempos

Higo rebobinou e disse...

muito bom

Postar um comentário

REGRAS DO BLOG
- Todos os comentários são moderados e só ficarão disponíveis após serem aprovados.

SERÃO BLOQUEADOS OU APAGADOS AQUELES COMENTÁRIOS QUE CONSISTAM EM:
- Ofensas, grosserias e discordâncias desrespeitosas contra o autor do blog, ou outros comentaristas;
- Comentários com o objetivo exclusivo de perturbar (trollagens, provocações e bullying virtual)
- Comentários sem relação alguma com o conteúdo;
- Comentários duplicados;
- Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa, grupo de pessoas e instituições;
- Pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
- Propagandas políticas, religiosas, de produtos e serviços.
- Comentários que caracterizem prática de spam;

 
no-repit center;