22

Analisando letra: Titãs - televisão


Aos caros Rebobinantes de plantão, meu olá. Bom galera, vamos analisar nesse post, uma das tantas musicas que não me canso de ouvir, por que no que diz respeito ao Rock nacional anos 80, são poucas as canções que não gosto, mas essa esta no hall das minhas preferidas. Da medo perceber o quão esta musical é atual, uma canção composta em 1985, mas que continua mas viva que nunca.

Televisão é o segundo álbum da banda brasileira de rock Titãs, lançado em 19 de Junho de 1985 pela WEA. 

Tal como o álbum de estréia Titãs, este disco ainda representava a faceta mais pop dos Titãs e não conseguiu trazer um verdadeiro sucesso de público à banda. A proposta sonora ainda estava confusa e a estética do LP não agradou aos membros, como lembrado anos depois, de cada faixa simbolizar um diferente canal de TV. Assim, passamos pela new wave e pelo Rock Progressivo ("Televisão"), reggae (na versão inicial de "Pra Dizer Adeus", ainda com Nando Reis nos vocais), misturas entre funk e new wave ("Pavimentação") e doo-wop ("Sonho com Você").

No entanto, uma faixa ao final do álbum simboliza a direção que a banda tomaria em trabalhos posteriores. Com apenas um minuto e quarenta segundos de duração, "Massacre" prepararia o caminho que levaria o grupo ao pesado disco seguinte: Cabeça Dinossauro.

A televisão induz a uma visão mentirosa da vida. Por conseguinte, do estudo, do trabalho, da família, dos relacionamentos. Ela informa sem ensinar, atrai sem convencer, alicia sem comunicar a noção do dever, não exigindo do adolescente nem esforço, nem análise crítica.
Além do mais, transmite mensagens vazias de conteúdo intelectual e moral, apresentando-os como dogmas da "moda".

 E essa canção nos alerta para esses efeitos nocivos da TV em nossas mentes, e em nossas vidas. Qual a importância da televisão em sua vida pessoal? Quais são seus programas preferidos? Você acha que está se enriquecendo intelectualmente com a programação que predomina na programação da TV aberta brasileira?
A programação televisiva que invade os lares da imensa maioria de brasileiros seria uma encomenda daquilo que o povão quer assistir ou o povão é um reflexo daquilo que a TV exibe? Será mesmo que a televisão emburrece?

Reflita

Bom, depois de uma breve reflexão, vamos a nossa analise.

Você pode ir ouvindo a canção enquanto lê ou para-la, ou ainda assistir ao clip no final.




Analisando letra: Titãs - televisão (1985)
composta por: Marcelo Frommer, Toni Belloto e Arnaldo Antunes

 A Televisão
Me deixou burro
Muito burro demais
Oi! Oi! Oi!
Agora todas coisas
Que eu penso
Me parecem iguais to b
Nessa primeira estrofe, o eu dessa canção se compara a um burro, pois perdeu o senso analítico das coisas, o raciocínio, pois a televisão não o leva a pensar. Tudo o que o sujeito dessa letra pensa lhe parece igual. Pois A televisão afetou sua mente de tal forma, que todas as coisas, por mais diferentes que possam ser, são estranhamente igualadas em sua percepção? Parece que o eu dessa canção está nos dizendo que sua mente se assemelhou a uma tela de televisão, em que todas as imagens desfilam como que chapadas, por mais distintas que possam parecer.

O sorvete me deixou gripado
Pelo resto da vida
E agora toda noite
Quando deito
É boa noite, querida....
Nesse trecho ele nos deixa a sensação de ignorância e alienação, causadas pela TV, e como isso afeta o seu comportamento em relação a pessoa aqui citada como querida, nos dando a ideia do efeito nocivo da televisão na mente e no lar do individuo, que ao deitar, tudo que tem a dizer é, “boa noite querida”. (Em outras palavras a TV, limita o dialogo em família). Aqui também, o sujeito crê que o sorvete o deixou gripado pelo resto da vida, fazendo uma alusão com a informação passada pela TV, que em sua maioria é tida como verdade absoluta, fazendo o sujeito acreditar que um simples sorvete pode deixá-lo gripado pelo resto da vida, ou que manifestantes que lutam pra mudar o país e vândalos que saqueiam lojas são a mesma coisa.
 
Ô! Cride, fala pra mãe
Que eu nunca li num livro
Que o espirro
Fosse um vírus sem cura
Vê se me entende
Pelo menos uma vez
Criatura!
Oh! Cride, fala pra mãe!...
Aqui, ele faz uma sátira usando o bordão de um comediante muito famoso na época chamado Ronald Golias, que sempre que queria dar um alerta ou avisar algo gritava, "ô, Cride! Fala pra mãe"  Euclides Gomes dos Santos, mais conhecido como Cride, era amigo de infância do humorista Ronald Golias ) . Com isso ele nos deixa a ideia de querer chamar a atenção, que esta alertando sobre algo que esta acontecendo. O livro aqui é usado como comparação, dando a ideia que os absurdos que ele ouve na TV, ele nunca leu num livro, indiretamente ele aconselha a leitura do livro. 

A mãe diz pra eu fazer
Alguma coisa
Mas eu não faço nada
Oi! Oi! Oi!
A luz do sol me incomoda
Então deixa
A cortina fechada
Oi! Oi! Oi! 
 Nesse trecho ele mostra que por mais que seja aconselhado a sair daquela situação, ele não toma nenhuma atitude com relação a isso. Completamente passivo, qualquer clarão o incomoda. Há aqui por certo uma brincadeira com aquele tipo de situação em que apagamos as luzes, fechamos totalmente a janela do quarto ou da sala para assistir a um filme, pois o ambiente escuro tornaria a imagem mais nítida. A essa escuridão o letrista dá um sentido figurado: não só a sala, mas a mente também está escura. Tão acostumada às sombras, que contrai imediatamente os olhos ao mais ameno raio de luz.

É que a televisão
Me deixou burro
Muito burro demais
E agora eu vivo
Dentro dessa jaula
Junto dos animais...
Nessa parte o autor nos da a sensação de está acuado, como um animal (ou burro). E aqui a palavra "burro", usada lá no início da letra, passa a ter sentido literal, de animal. Porque ocorreu aqui um processo de animalização, pois como um animal ele é domado, manipulado e controlado.

Ô! Cride, fala pra mãe
Que tudo que a antena captar
Meu coração captura
Vê se me entende
Pelo menos uma vez
Criatura!
Ô! Cride, fala pra mãe!...
Aqui você pode observar uma interessante inversão sintática, com o sujeito posposto ao predicado. Este pequeno hipérbato foi necessário para colocar o verbo "captar" antes de "capturar",de modo a criar uma espécie de gradação. "Capturar" é mais forte que "captar". Ao mesmo tempo, ao ser posto na mesma sequência que "capturar", o verbo "captar" ganha aqui conotações mais perigosas do que as comumente atribuídas a ele. A captação de imagens pela antena de televisão deixa de ser assim algo tão ingênuo e passivo para adquirir matizes de processo ativo. "Captar" é quase "capturar", o que implica ir ao encalço de, criar estratégias, armadilhas para o aprisionamento de homens ou animais. O letrista dissera antes: eu vivo dentro dessa jaula. O que indica que nossa análise não está assim tão equivocada.


Cride (ao centro, casaco cinza claro) com a banda Titãs após show dos músicos em São Carlos

Inspirador do bordão "ô, Cride! Fala pra mãe", Euclides Gomes dos Santos, o Cride, morreu em (07.06.2015) aos 88 anos. Amigo de infância do humorista Ronald Golias, ele também fez parte do refrão da música "Televisão" dos Titãs.

E para encerrar, confira o clip da canção.


É isso meu povo, lembrando que minhas analises são baseadas em pesquisas que faço na net e meu próprio entendimento da canção, mas um site em particular me ajudou bastante na analise desta canção é o tvcultura.cmais.com, se bem que ta mais que na cara o que os Titãs quiseram passar nessa canção. Um grande abraço, até a próxima.

22 Comentários:

Sissym rebobinou e disse...

Amigo,

Eu só vejo na TV noticiários, documentarios, e 2 seriados com conteudo bom. Não suporto novelas, apesar de saber o que acontece nesta da 21H, tambem... como não saber?!

Eu prefiro ler, ler, ler e ler.
Ou ouvir musicas.

Bjs

lucidreira rebobinou e disse...

Você me lembrou o professor Pasquale quando analisou esta letra em um programa de estudo educativo na TV E Brasil. Só que vc deu mais enfase e explicações mais detalhadas.
Gostei.
Essa também é uma das que curti nos aureis anos 80 do Rock brasileiro.
Abraço

Cecilia sfalsin rebobinou e disse...

Ei Marcos...

Tudo bem amigo?

Primeiro quero lhe agradecer pela carinhosa visita em meu blog, e por fazer parte dele o que me é muito gratificante ..sou como Sissym, mal vejo Tv por falta de tempo mesmo, quanto aos titãs nunca fui fã deles mas gostei muito da forma como desenvolve seu artigo e com certeza através destas descrições nos trouxe algumas descobertas ....

Abraços e tenha uma excelente noite

Sozynho rebobinou e disse...

Olá, Marcos!
Tempo que não passava por aqui, ficou massa o novo visual do blog! Valeu a pena esperar!!!
Abçs!
Rike.

Flavio Ribeiro rebobinou e disse...

Olá Marcos,
Devo dizer que estou cada vez mais fã do seu espaço!

Assim como você também adoro essa "geração pop-rock" dos anos 80 e por incrível que pareça ontem estava escutando ela... É ótima também para cantar no chuveiro, não sei o porquê. Mas ela tem uma letra bastante reflexiva, conforme você detalhou nos comentários, não à toa estamos a falar da melhor fase dos Titãs com o Arnaldo Antunes.

E infelizmente, como nos moldes da canção, estamos cada vez mais bitolados e "gripados pelo resto da vida".

Parabéns meu caro, gostei muito!
Abraços, Flávio.
--> Blog Telinha Crítica <--

Sérgio Santos rebobinou e disse...

Titãs é tudo o que há de melhor no Rock Nacional. Aliás, não se faz mais músicas como antigamente. Gostei da análise, muito interessante mesmo. Abração!

Anônimo rebobinou e disse...

Que blog interessante vc tem aqui em amigo, essa sua iniciativa de analisar as canções é
uma ideia e tanto, sempre tive curiosidades em relação as letras das canções, principalmente as do Rock dos anos 80, que são cheias de elementos abstratos, metáforas e poesias quase indecifráveis. Parabéns pela iniciativa, gosto muito dessa musica, e vc foi muito feliz na analise que fez.

Pablo :)

Reflexos Espelhando Espalhando Amig rebobinou e disse...

Adoro esse musica.
Seu blog é maravilhoso.
Ja seguindo o espero
entre minhas letras.
Bjins entre sonhos e delírios

Sabrina Gomes rebobinou e disse...

Nossa, adorei sua análise. Admiro muito o Titãs e essa letra é ótima. Mostra o fantasma da alienação que já faz parte do cotidiano dos telespectadores...
Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

Anônimo rebobinou e disse...

Um viva aos profetas Rock 80, esses caras não cantavam, mas sim, profetizavam a deterioração dessa sociedade capitalista e brutal.

Parabéns pela analise muito boa abraços

Matteo rebobinou e disse...

Hai un giorno di tempo per iscriverti al mio blog mattax-mattax.blogspot.it come io ho fatto col tuo. Dopo mi cancellerò.

Buona serata e stammi bene.

Marcos Mariano rebobinou e disse...

Ciao Matteo, sto seguendo blog su. Abbracci

Sônia Claro rebobinou e disse...

Muito boa sua análise!
Sim, você está monitorando... Não se preocupe, tenho sempre a preocupação de colocar os créditos de onde copiei, inclusive sempre sugiro que as pessoas conheçam o site, blog ou o que seja. Só fico triste que hoje em dia as pessoas estejam com tanta pressa, ou seja, só querem ler textos curtinhos, poucas linhas. Quando coloco textos um pouquinho maiores na minha página no Facebook, percebo que pouca, pouquissima gente lê, acho que às vezes dão um "curtir" só pra não perder a amizade! Pena, pena mesmo.
Parabéns! Abraços

Marcos Mariano rebobinou e disse...

Olá Sônia Claro

Essa recomendação é só pra galera do Ctrl - C e Ctrl - V, que só quer copiar rs. Mas pode ficar avontade.

Eu acho que o problema das pessoas hoje em dia na net, não é bem pressa, mas sim desinteresse pela informação. As pessoas na net se acostumaram e textos curtos e histórias resumidas, pois a internet oferece tanta interatividade e novos atrativos a todo momento, que ninguém quer ficar muito tempo num só lugar.
E é ai que entra a postura e personalidade daquele que gera a informação, ou vc vai nessa onda e se polida nas suas postagens, ou insiste naquilo que se propôs fazer até alcançar aqueles que se interessem pelo seu conteúdo, que é o que eu faço aqui no blog.

Infelizmente as pessoas estão emburrecendo, principalmente nessas redes sociais, mas ainda a gente que presa pela boa informação e conteúdo relevante, o problema é saber onde essas pessoas estão, e ai ir atrás delas.

Abraços

sergio william hermenegildo rebobinou e disse...

titas voces me ajudaram muito no significado desta musica no meu trab. de escola .obrigado .sergio william hermenegildo de mogi das cruzes

Marcos Mariano rebobinou e disse...

Olá sergio william

Fico feliz em saber que essa analise ajudou
volte sempre

Grande abraço

marcos lima rebobinou e disse...

muito legal

Cleiton Coimbra rebobinou e disse...

Belíssima análise.

Flávio rebobinou e disse...

Era justamente isso que estava precisando para um trabalho de facudade, com este material tudo ficará mais facil, parabens.

Anônimo rebobinou e disse...

VOCÊ PEDE PARA DARMOS CRÉDITO AO BLOG, MAS VOCÊ MESMO NÃO DEU O DEVIDO CRÉDITO À TV CULTURA DE SÃO PAULO, SEU TEXTO É COPIA MONTADA DA PAGINA DO ALÔ ESCOLA. http://cmais.com.br/aloescola/literatura/poesias/titas_televisao.htm

Marcos Mariano rebobinou e disse...

Cara vc só pode SER LOUCO, CEGO OU BURRO!!!!!. Das duas uma; OU VC NÃO LEU O POST TODO, OU VC SE QUER LEU. No final do post, abaixo do video eu dei os créditos do site e ainda deixei bem claro como faço minhas analises.

ANTES DE CRITICAR, CERTIFIQUE-SE SE O QUE DIZ TEM REALMENTE FUNDAMENTO, E NÃO SE ESCONDA ATRÁS DO ANONIMATO.

Unknown rebobinou e disse...

Valeu muito a pena. Estou fazendo um trabalho em cima dessa letra. Muito rico esse conteúdo. Parabéns

Postar um comentário

REGRAS DO BLOG
- Todos os comentários são moderados e só ficarão disponíveis após serem aprovados.

SERÃO BLOQUEADOS OU APAGADOS AQUELES COMENTÁRIOS QUE CONSISTAM EM:
- Ofensas, grosserias e discordâncias desrespeitosas contra o autor do blog, ou outros comentaristas;
- Comentários com o objetivo exclusivo de perturbar (trollagens, provocações e bullying virtual)
- Comentários sem relação alguma com o conteúdo;
- Comentários duplicados;
- Com conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa, grupo de pessoas e instituições;
- Pertencentes a correntes ou pirâmides de qualquer espécie;
- Propagandas políticas, religiosas, de produtos e serviços.
- Comentários que caracterizem prática de spam;

 
no-repit center;